AMAM participa do II Encontro de Justiça Criminal de Mato Grosso

O presidente da Associação Mato-grossense de Magistrados (AMAM), juiz Tiago Abreu, participou nesta quinta-feira (29 de agosto), da abertura do II Encontro do Sistema de Justiça Criminal de Mato Grosso, que contou com palestra do ministro do STF Gilmar Mendes. O evento, realizado na Escola Superior da Magistratura de Mato Grosso (Esmagis), reúne durante dois dias magistrados, promotores, delegados de polícia e advogados para a discussão de temas como delação premiada, acordo penal e diálogo institucional.

Tiago Abreu ressalta que se trata de uma nova edição do encontro realizado em 2018, desta vez com a participação de várias entidades. O evento, coordenado pelo desembargador Marcos Machado, é promovido pela ESMAGIS, em conjunto com a Presidência do TJMT, AMAM, Polícia Judiciária Civil (PJCMT), Associação Mato-Grossense de Delegados de Polícia (AMDEPOL) e Sindicato dos Delegados de Polícia (SINDEPO-MT).

“A AMAM e as demais associações se integraram para dar uma amplitude ainda maior para o encontro, cujo tema é Justiça Criminal. Ele trata da participação do magistrado, do promotor e do delegado na delação premiada, por exemplo, que é um dos temas principais. Além disso, vale destacar que tivemos a palestra de abertura proferida pelo mato-grossense Gilmar Mendes, ministro do STF”, explica Tiago Abreu.

O evento prossegue nesta sexta-feira (30), tratando de temas como “Acordo Penal”; “Reconhecimento de Pessoas e Psicologia do Testemunho”; “NIPAC – Núcleo de Inquéritos Policiais e de Audiências de Custódia e Inquérito Policial Eletrônico, O Avanço do Judiciário e Polícia Civil”; “Novos Paradigmas da Delação Premiada”; e “A Importância do Diálogo Institucional”, entre outros.

“A associação entende que o encontro é extremamente proveitoso, porque, além dele ter um caráter acadêmico, proporciona e promove uma maior integração entre as carreiras que compõem o sistema de Justiça e são responsáveis pela garantia da segurança pública no estado de Mato Grosso”, finaliza o presidente da AMAM.