AMB adere à campanha do Poder Judiciário de combate a Fake News

A AMB, maior entidade representativa da Magistratura do País, apoia a campanha de combate a notícias falsas, as chamadas Fake News. A entidade vai trabalhar com ações para alertar a sociedade sobre os riscos de compartilhamentos de Fake News e os seus perigos fora do mundo virtual. A campanha foi lançada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e Conselho Nacional de Justiça (CNJ), nesta segunda-feira, 1º de abril.

Além da AMB, a ação conta com apoio dos tribunais superiores, Conselho da Justiça Federal (CJF), da Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra) e da Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe).

Para o presidente da entidade, Jayme de Oliveira, essa é uma grande iniciativa que trará uma revolução na comunicação dos Tribunais e do próprio Conselho Nacional de Justiça. “O combate a Fake News é fundamental, pois elas têm atrapalhado o funcionamento das instituições e do País como um todo”. De acordo com o presidente, a campanha é essencial para mostrar que o Judiciário também está preocupado com a disseminação de falsas notícias e que vai atuar, de maneira integrada, para combater esse atual problema.

Além de trabalhar com a campanha nas redes sociais, com o uso da hashtag #Fake NewsPerigoReal, as instituições parceiras irão realizar um trabalho de comunicação integrada do Poder Judiciário para informar a população sobre os avanços e o trabalho do Judiciário. Para isso, elas estabelecerão ações junto às Agências de Checagem de Fatos para disseminar, com rapidez e credibilidade, as versões enganosas que circulam na web.

Fonte: AMB