Magistrados são homenageados durante premiação

Na última sexta-feira (31 de maio), o evento de premiação GW100 Awards, também conhecido como o “Oscar Mato-grossense”, prestou uma série de homenagens a personalidades de destaque no estado. Nesta terceira edição do prêmio, o ramo com mais homenageados foi dos operadores do Direito.

Dentre os nomes ovacionados, destacou-se o do juiz de Direito Jamilson Haddad Campos, da 1ª Vara Especializada de Violência Doméstica e Familiar contra Mulher de Cuiabá e representante da Região Centro-Oeste no Fórum Nacional de Juízes de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher (Fonavid).

“Receber essa homenagem foi um misto de alegria e sensação de estar cumprindo a minha função com responsabilidade e eficiência. Essa conquista foi uma colheita de muita dedicação ao meu trabalho. Atribuo ao amor que tenho pelo que faço e sou grato a Deus por me permitir exercer uma profissão tão importante, e em trabalhar no Tribunal de Justiça de MT”, agradeceu.

O magistrado defende a ampliação da Justiça Restaurativa, que possui uma abordagem mais humanizada – visando a reparação do dano à vítima, bem como a recuperação e reinserção do réu na sociedade. Em suas participações em audiências públicas no Senado, o juiz Jamilson Haddad reforçou a importância da criação de uma qualificadora no Código Penal para homicídios contra mulheres. Com isso, criou-se a figura do Feminicídio.

“Desenvolvo ainda dois projetos na 1ª Vara de Violência Doméstica, sendo um para as mulheres vítimas de violência e outro para os homens agressores, aplicando conhecimentos das Constelações Familiares, da Programação Neolinguística e da Justiça Restaurativa. Tenho procurado me qualificar ao máximo. Sou mediador judicial e facilitador sistêmico e restaurativo. Essas ferramentas permitem um olhar mais ampliado para o humano e para o complexo relacionamento entre as pessoas nas dimensões pública e privada de suas vidas”, enfatizou o magistrado.

Além das homenagens feitas pelo GW100 houve ainda premiação em diversas categorias, uma delas foi o Judiciário – Juiz Destaque. A magistrada Célia Regina Vidotti, juíza da Vara Especializada em Ação Civil Pública e Ação Popular de Cuiabá, foi a agraciada pelo reconhecimento ao trabalho prestado para com a sociedade mato-grossense.

“Primeiramente fiquei muito lisonjeada pela indicação, agora muito feliz pela premiação. O trabalho de formiguinha dentro do gabinete sendo reconhecido pela sociedade é muito importante para a gente. Eu ofereço esse troféu a todos os meus amigos e colegas que fazem seu trabalho diariamente. Muito obrigada”, agradeceu ao receber a estatueta durante o evento.

 

Foto: Helder Faria