Procurador Geral de Justiça faz visita de cortesia ao presidente da AMAM

A Associação Mato-grossense de Magistrados (AMAM) recebeu nesta sexta-feira (3 de maio) o Procurador-geral de Justiça, Promotor José Antonio Borges, e Milton Matos da Silveira Neto, secretário-geral do Ministério Público Estadual (MPE), para uma visita de cortesia. Eles foram recebidos pelo presidente da entidade, Juiz de Direito Tiago Abreu, e membros da diretoria para um café da manhã com vista ao estreitamento de laços entre as instituições, discussão de temas relevantes ao Judiciário de Mato Grosso e a proposta de Reforma da Previdência, atualmente em tramitação no Congresso Nacional.

Nomeado pelo governador do Estado para comandar o Ministério Público Estadual (MPE) no biênio 2019-2020, o José Antonio Borges, explicou que a visita serviu para reafirmar os laços com a magistratura. “Nós fazemos parte de um sistema de Justiça – advocacia, Ministério Público e Judiciário – e temos que estar irmanados com os objetivos comuns das nossas instituições”, frisou.

Ele acrescentou que o contato com a entidade classista teve também o objetivo de buscar soluções para assuntos como a Reforma Previdenciária. “Nós temos uma preocupação muito grande, seja em relação aos nossos atuais aposentados, como também à aposentadoria dos nossos colegas que trabalham em todo o estado de Mato Grosso”, salientou o promotor.

O presidente da AMAM, Tiago Abreu, avaliou como importantíssima para o sistema de Justiça a visita do Procurador-geral à Associação. “O Ministério Público, a Advocacia e a Magistratura são uma engrenagem que funciona em conjunto e é preciso que haja uma relação harmônica entre esses entes. Nós ficamos muito satisfeitos, estreitamos os laços e entendimentos em relação a temas importantes”, relatou o juiz.

Entre esses temas ganhou destaque a proposta de Reforma da Previdência.  “Ela tem tirado o sono da Magistratura e do Ministério Público porque, da forma como está, pode representar a perda de garantias e direitos que batalhamos muito para conquistar. Estamos criando uma pauta em conjunto. Saímos daqui já com ideias para trabalhar com o objetivo de melhorar essa interlocução junto ao Congresso Nacional”, informou o presidente da AMAM.

Fonte: Pau e Prosa Comunicação
Foto: Helder Faria